Thiber

Rod. Pedro Celete, 811 - bairro Aterrado
Tremembé - SP - (12) 3672-3604 - 3672-2547
comercial@thiber.com.br
Thiber: uma empresa
que respeita o
meio ambiente
<< Reportagens <<

A Aposta na Educação, Juiz de Fora - MG

Educação. Esta é a principal ferramenta que o município mineiro de Juiz de Fora adotou em sua estratégia para aumentar o volume da coleta seletiva de lixo que hoje abrange 43% da cidade. Para tanto, diversos projetos estão sendo implemantados na área de educação ambiental, tendo como público, não só as escolas mas a população em geral.

O programa de educação ambiental nas escolas está sendo implantado por meio de palestras e distribuição de cartilhas. Já a população em geral tem recebido informações e incentivo para a coleta seletiva através de diversos meios como, por exemplo, a distribuição de um folheto didático patrocinado pela Tetra Pak ou ainda um programa que prevê a troca de lixo por leite.

Se por um lado a municipalidade vem tomando várias ações para aumentar a coleta seletiva, por outro a cidade já conta com uma bem montada estrutura física para o processamento dos materiais. A coqueluche do sistema, a usina de materiais recicláveis, encontra-se instalada em uma área de 77 hectares, localizada no bairro Nova Benfica, na zona norte da cidade. Contando com 30 funcionários, a unidade recebe uma média de 12,5 toneladas de lixo por dia, o que corresponde a apenas 5% do lixo domiciliar do município. Ou seja, há um grande potencial a ser explorado. E a usina está preparada para tanto, uma vez que tem capacidade para processar 160 toneladas por dia, em dois módulos de seleção.

A usina dispõe de silo para recebimento e armazenamento do lixo, com capacidade para 160 ton; ponte rolante com pólipo, para retirar o lixo do silo e alimentar a linha de produção; esteira de alimentação e dosagem; peneira de pré-separação; peneira rotativa onde é feita a separação da parte fina do lixo; esteira de separação ou seleção, onde é feita a separação do material reciclável; prensa enfardadeira; unidade administrativa e de apoio (vestiários, sanitários, refeitórios, etc.) e uma balança rodoviária, utilizada para o controle do material que chega e que sai da usina.

O sistema de coleta seletiva adotado conta com trinta postos de entrega voluntária espalhados em pontos estratégicos da cidade. O morador entrega o material separado previamente em lixo seco e úmido, sendo este último entregue à coleta regular enquanto que o seco é transportado para a usina de reciclagem onde é separado, enfardado e comercializado por meio de leilões. Esse material inclui vidro, metal, plástico e papelão, e ainda as embalagens longa vida.